Menu
Serie A 20ª Jornada

AS Roma – Hellas Verona (Série A)

Fim da era Rudi Garcia à frente da Roma. Por muito mérito que se reconheça ao técnico de nacionalidade francesa, as prestações da equipa não têm estado em conformidade com as ambições do clube. Há muito que a “chicotada psicológica” se adivinhava. Os últimos dois empates, frente a Chievo (3-3) e AC Milan (1-1) colocaram um ponto final na sua carreira à frente do emblema da “cidade eterna”.  Luciano Spalletti regressa a uma casa que bem conhece à procura de relançar a equipa na luta pelo título. O primeiro adversário é o Hellas, histórico emblema da cidade de Verona que é “lanterna vermelha” da Série A.

Um homem da casa para relançar a Roma na corrida pelo título. Consumada a saída de Rudi Garcia, Spalletti é o homem que se segue no comando da equipa, técnico que conhece bem os cantos à casa. O treinador italiano, que orientou os romanos entre 2005 e 2009, estrear-se-á na 20ª jornada, ainda no começo da segunda volta. A Roma ocupa o quinto lugar, último que dá acesso às provas europeias, com 34 pontos. O primeiro posto da tabela, ocupado pelo Nápoles, está a sete pontos.

A imprensa italiana revela que, sob a égide de Spalletti, a Roma atuará num sistema de 4x2x3x1 com Edin Dzeko como referência na frente de ataque. O plantel romano está munido de boas soluções em todos os setores. Existe capacidade para produzir mais e melhor que aquilo que se tem vindo a verificar A chegada de Spalletti mexerá com a equipa a vários níveis. No imediato, mais que as mutações do foro táctico, perspetiva-se que a equipa surja particularmente motivada neste encontro, empenhada em dar início a uma nova fase.

Onze Provável: Sczesny, Florenzi, Rudiger, Manolas, Digne, De Rossi, Nainggolan, Pjanic, Falque, Salah, Dzeko

Serie AO Hellas Verona apadrinha o regresso de Luciano Spalletti ao principal escalão do futebol italiano. Ambiciona sair do Olímpico de Roma com um resultado positivo, dado que a respetiva situação na pauta classificativa é cada vez mais delicada. Ao cabo de 19 jornadas, é a única equipa na realidade italiana que ainda não conseguiu lograr qualquer triunfo. Os oito pontos que possui resultaram de oito empates, um deles em casa, na ronda inaugural, precisamente diante da Roma (1-1). Com sete de atraso para o penúltimo classificado, o fosso pontual começa a ser demasiado significativo. Perdeu nos últimos três encontros que disputou e não se tem dado bem em grande palcos.

A presença do veterano Luca Toni está em duvida, uma vez que o avançado transalpino se encontra a recuperar de lesão. Os problemas físicos afetam uma das principais peças do ataque do Hellas, emblema que detém o pior registo da prova – 12 golos marcados.

Onze Provável: Gollini, Sala, Moras, Helander, Souprayen, Viviani, Hallfredsson, Ionita, Wszolek, Emanuelson, Pazzini

A Roma entra enquanto favorita à conquista do triunfo. Luciano Spalletti certamente ambiciona melhor a prestação defensiva da equipa. Assim, embora tenha pouco tempo de trabalho, é provável que defina como meta para esta partida não sofrer golos. Importa melhorar do ponto de vista defensivo para que não se repitam percalços à imagem do que aconteceu na deslocação ao terreno do Chievo (3-3). Frente ao pior ataque da Série A, presumivelmente sem Luca Toni, a equipa romana terá que fazer valer a coesão do seu setor recuado. Um cenário de vitória reveste-se de grande importância para a Roma, que entrará em campo já conhecedora dos resultados de Inter e Nápoles.

Prognóstico Odd Casa Erro
Ambas as Equipas Marcam: Não 1.83 Betrally
asroma
AS Roma
  • País: Itália
  • Estádio: Olímpico de Roma
  • Cidade: Roma
  • Fundação: 1927

Ver ficha completa

Hellas Verona
Hellas Verona
  • País: Itália
  • Estádio:
  • Cidade: Verona
  • Fundação: 1903

Ver ficha completa

Afonso Canavilhas
  • Próg. realizados 1464
  • Média Odds usadas 1.8
  • Próg. certos 758
  • Próg. errados 630
comments powered by Disqus

Últimos jogos