Menu

AS Roma – BATE Borisov (Liga dos Campeões)

A AS Roma e o BATE Borisov medem forças no Estádio Olimpico, em Roma, num embate a contar para a 6ª jornada do Grupo E, da fase de Grupos da Liga dos Campeões. Num agrupamento liderado pelo poderoso Barcelona, que leva já 13 pontos somados, é o conjunto da casa o 2º classificado com os mesmos 5 pontos que o Bayer Leverkusen, 3º classificado. Já o BATE Borisov está em maus lençóis, ocupando o último lugar com 4 pontos, vendo-se então obrigado a vencer em terreno italiano, de forma a garantir, pelo menos, o 3º lugar e transitar até à Liga Europa.

AS Roma ocupa então o 2º lugar neste Grupo E com 5 pontos, fruto de 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas, com parciais de 11 golos marcados e 16 golos sofridos. No último encontro desta competição europeia, os Giallorossi foram humilhados em terreno do poderoso líder de Grupo, Barcelona, tendo perdido por 6-1, o que atirou abaixo a confiança dos italianos. Agora, e tendo já perdido contra o BATE Borisov na 2ª jornada desta competição, os homens orientados por Rudi Garcia são obrigados a vencer, e nesta caso a vingar-se, de forma a garantirem presença na próxima etapa da competição. Já na Serie A, na última jornada, os Giallorossi empataram por 1-1 em terreno do Torino, tendo o conjunto da casa marcado o golo do empate ao minuto 94, e apesar de se manterem em 4º lugar, a Roma tem agora a Juventus no seu encalço com apenas 1 ponto de inferioridade. Este emblema italiano ocupa então o 4º lugar com 28 pontos, fruto de 8 vitórias, 4 empates e 3 derrotas, com parciais de 30 golos marcados e 18 golos sofridos.

Sem vencerem há 4 jogos consecutivos, as coisas não parecem estar fáceis para o conjunto orientado por Rudi Garcia, que tem mostrado várias falhas defensivas, o que lhes tem custado vários pontos desde o início da temporada. Os Giallorossi apresentam, no entanto, o sector ofensivo mais eficaz do campeonato italiano, a par com a Fiorentina, 2ª classificada. Para este jogo, o técnico francês precisa de emendar as lacunas defensivas pois é obrigado a vencer se pretende seguir até à próxima etapa da prova, onde poderá poder contar novamente com Salah, que está de volta à lista de convocados.

Nos seus últimos 5 jogos oficias, a AS Roma apresenta um histórico de 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma vitória por 2-0 na recepção à Lazio. Seguiu-se um empate por 2-2 em terreno do Bolonha, uma derrota por 6-1 em terreno do Barcelona, em jogo a contar para a Liga dos Campeões, uma derrota por 0-2 na recepção à Atalanta, e na última jornada, um empate por 1-1 em terreno Torino. Kevin Strootman, Totti e Gervinho estão de fora, todos lesionados.

Onze Provável: Szczesny – Torosidis, Rudiger, Manolas e Digne – De Rossi, Nainggolan e Pjanic – Falqué, Dzeko e Iturbe.

Liga dos CampeõesBATE Borisov, por sua vez, ocupa o último lugar no Grupo E com 4 ponto, fruto de 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas, com parciais de 5 golos marcados e 12 golos sofridos. O conjunto da Bielorrússia depende apenas de si mesmo para seguir até à Liga Europa, ou até mesmo aos oitavos de final desta Liga Milionária, contando que vencem os italianos, e que o Barcelona vence o Bayer Leverkusen. Os Amarelos e Azuis partem com alguma vantagem para este jogo, tendo já terminado o respectivo campeonato e vencido o mesmo pela 12ª vez consecutiva. Este conjunto aos comandos de Aleksandr Yermakovich encontra-se apenas a disputar a nova edição da Taça da Bielorrússia, tendo já garantido acesso aos quartos de final ao vencer o Granit Mikashevichi, em ambas mãos, nos oitavos de final. Tendo já vencido o conjunto italiano no mês de Setembro, para a 2ª jornada do Grupo E, e sem terem que se preocupar com o campeonato caseiro, os bielorrussos podem partir para aqui sem que os seus jogadores acusem desgaste físico e sem nenhuma baixa, o que lhes dá uma uma pequena vantagem.

Nos seus últimos 5 jogos oficiais, o BATE Borisov apresenta um histórico de 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota. Esta sequência de resultados iniciou-se com uma derrota por 3-0 em terreno do Barcelona, num jogo a contar para a Liga dos Campeões. Seguiu-se uma vitória por 4-1 na recepção ao Slutsk, uma vitória por 5-0 na recepção ao Granit Mikashevichi, em jogo a contar para a Taça da Bielorrússia, um empate por 1-1 na recepção ao Bayer Leverkusen, em jogo a contar para a Liga dos Campeões, e na última jornada, uma vitória por 1-3 em terreno do Granit Mikashevichi, em jogo a contar para a Taça da Bielorrússia.

Onze Provável: Soroko – Olekhnovich, Yablonski, Dubra e Volodjko – Aleksievich e Likhtarovich – Karnitskiy, Nikolic e Baga – Jevtic.

Em toda a história, existiu apenas 1 confronto directo, tendo sido o BATE Borisov quem levou a melhor.

BATE Borisov
3-2
Roma
LC 2015/2016

Dada a necessidade acrescida de ambas equipas vencerem este jogo, é de prever um jogo aberto, onde os dois conjuntos deverão jogar de forma bastante ofensiva, de forma a marcarem o máximo de golos possível e garantirem os 3 pontos. Apesar de já ter terminado a competição caseira, e de contarem com os jogadores descasados, o BATE Borisov é inferior à AS Roma no que toca a qualidade e técnica, e com os italianos a jogarem em casa, estes não só têm tudo para vencer.

Prognóstico Odd Casa Erro
Mais de 2.5 Golos 1.57 Betrally
asroma
AS Roma
  • País: Itália
  • Estádio: Olímpico de Roma
  • Cidade: Roma
  • Fundação: 1927

Ver ficha completa

BATE Borisov
BATE Borisov
  • País: Bielorrússia
  • Estádio: Borisov Arena
  • Cidade: Borisov
  • Fundação: 1973

Ver ficha completa

Fabio Mota
Fabio Mota
  • Próg. realizados 2047
  • Média Odds usadas 1.82
  • Próg. certos 1058
  • Próg. errados 884
comments powered by Disqus

Últimos jogos