Menu

AS Roma – Barcelona (Liga dos Campeões)

Batismo de fogo para os italianos da Roma, que recebem em casa o Barcelona, atual detentor do troféu e candidato crónico a revalidá-lo. As duas equipas defrontaram-se recentemente, na pré-temporada e os catalães impuseram-se com muita facilidade. Será precisa uma exibição muito consistente, particularmente defensiva, para impedir que a cena se repita.

Ao fim de três jornadas a AS Roma ocupa o quarto posto da Serie A, com sete pontos, resultantes de um empate e duas vitórias. Particularmente importante foi o triunfo conseguido sobre a tricampeã Juventus, no Olímpico da Cidade Eterna (2-1). Pode vir a ser determinante nas contas finais do campeonato embora seja mais significativo para a Vecchia Signora, que está a ter um arranque muito conturbado. No retorno ao futebol de clubes, depois da pausa para os trabalhos das seleções, a Roma voltou também às vitórias, batendo o Frosinone no seu estádio (0-2). Não foi nem de perto nem de longe uma exibição ao nível da que teve frete à Juve mas deu para o gasto. Despachada a obrigação, os homens de Rudi Garcia puderam-se concentrar em preparar a receção ao Barça.

Será importante este embate. Não só pela parte evidente dos pontos mas sobretudo no sentido de evitar um desaire pesado que condicione mentalmente a equipa para o resto da fase de grupos. Na temporada passada os Giallorrossi apanharam uma tareia do Bayern de Munique, diante do seu público (7-1) e acusou essa bagagem nos jogos que se seguiram.

Este ano a equipa de Garcia reforçou de talento a metade do campo em que já era forte. Edin Dzeko e Mohamed Salah trazem criatividade e capacidade de finalização efetiva que sem dúvida dará preciosos frutos à medida que o entrosamento se aperfeiçoe. Mas o problema da Roma continua a ser o setor mais recuado e esse, aparentemente, ninguém considerou prioritário reforçar. Uma equipa italiana de topo com uma defesa “macia”, ao que nós chegamos! E continuamos a ver isso nesta época. Na Serie A os Giallorossi marcaram cinco golos em três partidas, mas também concederam dois, só ficando em branco frente aos estreantes do Frosinone, que estão pela primeira vez na primeira divisão italiana.

Rudi Garcia não vai poder contar com os serviços de Miralem Pjanic, que se lesionou ao serviço da seleção da Bósnia-Herzegovina.

Onze Provável: Szczesny – Florenzi, Rudiger, Manolas, Digne – De Rossi, Keita, Nainggolan – Falque, Dzeko, Salah.

Liga dos CampeõesDepois de uma temporada em que ganhou tudo, ou quase tudo, o Barcelona soma e segue. Em equipa que vence não se mexe e a proibição de novas contratações obriga a isso mesmo. Pelo menos até janeiro Luis Enrique tem que fazer omeletes com os ovos disponíveis e isso, num plantel como o dos Culé nem devia ser um problema. Mas obriga a alguma ginástica. As lesões de Douglas e Dani Alves criaram um buraco no lado direito da defesa catalã e foi necessário adaptar o jovem Sergi Roberto à posição. Os jogos de suspensão de Piqué obrigou à entrada de Vermaelen para o eixo da defesa. Não que o belga não esteja à altura da situação mas a verdade é que não tinha sido muito experimentada a dupla com Mascherano.

A vantagem do Barcelona é que mesmo quando nos dias menos bons entre Messi, Suárez e Neymar alguém há de tirar um coelho ou dois da cartola para ganhar o jogo. As primeiras partidas da Liga Espanhola não foram propriamente espetaculares mas Athletic e Málaga entregaram os três pontos, mesmo que só com um golo solitário. No sábado o Barça fez um ótimo aquecimento para a primeira jornada europeia. Foi ao Vicent Calderón vencer os Colchoneros.

Dani Alves e Claudio Bravo eram as baixas já conhecidas. Thomas Vermaele lesionou-se na visita ao Vicent Calderón e também fica de fora. Felizmente, Gerard Piqué, que cumpria castigo na Liga Espanhola, está disponível para os encontros europeus e será troca por troca.

Onze Provável: Ter Stegen – Sergi Roberto, Piqué, Mascherano, Jordi Alba – Rakitic, Busquets, Iniesta – Messi, Suárez, Neymar.

Barcelona 3-0 Roma Joan Gamper 2015
Roma 3-0 Barcelona LC 2001/02
Barcelona 1-1 Roma LC 2001/02

O Barcelona venceu a Roma nesta pré-temporada para conquistar o troféu Joan Camper. Era um jogo de preparação mas foram evidentes as fragilidades defensivas dos italianos e a forma inteligente e natural como os catalães as exploraram. Os dois emblemas tinham-se cruzado antes apenas duas vezes, ambas na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2001/02, com uma vitória para os romanos em casa e um empate em Camp Nou.

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Ambas as Equipas Marcam 1.80 Dhoze
asroma
AS Roma
  • País: Itália
  • Estádio: Olímpico de Roma
  • Cidade: Roma
  • Fundação: 1927

Ver ficha completa

barcelona
Barcelona
  • País: Espanha
  • Estádio: Camp Nou
  • Cidade: Barcelona
  • Fundação: 1899

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1902
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 801
  • Próg. errados 1075
comments powered by Disqus

Últimos jogos