Menu

Argentina – Panamá (Copa América)

A Argentina provou ser capaz de vencer o principal adversário do Grupo C, mesmo com Leonel Messi no banco. Com um segundo triunfo os homens de Tata Martino chegariam à última partida desta fase já qualificados para os oitavos de final e o mago argentino volta a estar operacional. O Panamá também conseguiu os três pontos na ronda inaugural, batendo a Bolívia com uma dobradinha de Blas Pérez. Os Canaleros sabem que garantir vantagem sobre o Chile têm que pontuar neste secundo jogo do Grupo C.

O alcance e qualidade do plantel argentino não é novidade para ninguém. Mas a seleção de Tata Martino fez uma afirmação tremenda na estreia frente ao Chile. A Argentina foi capaz de vencer o principal adversário do Grupo C. Não podemos esquecer que os chilenos são os campeões em título da Copa América, título ganho no verão passado, precisamente à custa dos argentinos. E fê-lo com Leonel Messi no banco. A estrela do Barcelona sofreu uma pancada forte na zona lombar e das costelas, no amigável com as Honduras, a 27 de Maio e tinha estado a trabalhar à parte para recuperar. Felizmente, parece que Leo já está de volta ao grupo, sem limitações, e pode ser opção para o confronto com o Panamá.

A Argentina entrou muito bem em campo e Ángel Di Maria – soubesse-se mais tarde que estava de luto pelo falecimento da avó – não teve problemas em assumir a liderança da equipa, na falta do mago argentino. Ainda assim, depois de um arranque fulgurante o ritmo do jogo quebrou um pouco o que permitiu alguma reação por parte dos Chilenos. A seleção de Juan Antonio Pizzi começou a sentir-se confortável no meio-campo mas a verdade é que nunca encontrou espaços para aparecer no último terço do terreno. Pouco depois do regresso do balneário Di Maria abriu o marcador e oito minutos depois Éver Banega fez o segundo para a Argentina, não deixando que o momento se desvanecesse. O Chile ainda reduziu, já em tempo de descontos, através de jogada de entendimento entre dois homens saídos do banco.

Onze Provável: Romero – Mercado, Otamendi, Funes Mori, Rojo – Augusto Fernández, Mascherano – Gaitán, Banega, Di Maria – Higuaín.

A seleção do PanamCopa-america-2016á estreou-se nesta edição da Copa América Centenário com um triunfo sobre a Bolívia (2-1). E bem pode agradecer ao avançado dos Vancouver Whitecaps por isso. O veterano Blas Pérez fez os dois golos da equipa, aos onze e aos oitenta e sete minutos, garantindo assim os preciosos três pontos. Entre um golo e outro os bolivianos equilibraram o seu jogo no miolo do terreno, igualaram a partida e chegaram a encostar os panamianos às cordas. A ordem veio então para o Panamá subir as suas linhas e a estratégia acabaria por resultar no segundo tento de Pérez.

O Panamá está no topo de Grupo C, igualado em pontos e golos com a Argentina, mas tem o calendário mais complicado já que termina a fase de grupos com o embate com os chilenos. Ora, Alexis Sánchez e companhia estão na obrigatoriedade de ganhar o segundo jogo, frente à Bolívia, para se manterem na luta. Logo, o duelo da próxima quarta-feira será decisivo para as duas formações.

Onze Provável: Penedo – Machado, Baloy, Cummings, Miller – Cooper, Martín Gómez, Godoy, Quintero – Gabriel Torres, Blas Pérez.

Argentina
3-1
PanamáPanamá
Amigáveis 2009

O único confronto entre Argentina e Panamá aconteceu em 2009, em jogo amigável, e os sul-americanos venceram por três bolas a uma.

Prognóstico Odd Casa Erro
Di Maria marca 2.60 Betrally
argentina
Argentina
  • País: Argentina
  • Estádio:
  • Cidade: Buenos Aires
  • Fundação: 1893

Ver ficha completa

Panamá
Panamá
  • País: Panamá
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Justa Barbosa
Justa Barbosa
  • Próg. realizados 1972
  • Média Odds usadas 2.21
  • Próg. certos 825
  • Próg. errados 1121
comments powered by Disqus

Últimos jogos