Menu
  • 08 setembro
  • 16:00
  • Bet365

Andy Murray – Tomas Berdych (Open dos Estados Unidos)

Andy Murray esteve próximo de ser eliminado neste Open dos Estados Unidos na jornada anterior. A perder por um set a zero e por 5/1 no último parcial frente a Marin Cilic, o tenista britânico teve de mudar completamente o seu estilo de jogar e conseguiu uma reviravolta que parecia impossível naquele momento. Motivado, jogou um excelente ténis nos jogos seguintes, o que pode ser um excelente prenúncio para a meia-final da edição deste ano no Open dos Estados Unidos. Pela frente, ele tem a maior surpresa da competição: o checo Tomas Berdych, que na última ronda surpreendeu Roger Federer, ao vencê-lo em quatro sets.

Curiosamente, é mesmo Tomas Berdych quem tem vantagem no confronto direto entre os dois tenistas. O número sete mundial venceu quatro dos seis encontros entre eles. Andy Murray foi quem venceu o primeiro, em 2005, na estreia do ATP de Basileia. Depois, foi Tomas Berdych a conseguir o triunfo, vencendo no ATP de Adelaide em três sets. O próximo confronto entre ambos aconteceu apenas em 2010, com uma vitória na terra batida de Roland Garros para Tomas Berdych. No ano seguinte, novo confronto em França e nova vitória do checo, desta vez no ATP de Paris, com três sets. Ainda este ano existiram mais dois duelos entre eles. No Dubai, foi Murray quem triunfou mas o troco seria dado nos Masters 1000 de Monte Carlo, com a vitória de Berdych de uma forma quase surpreendente.

O percurso de Andy Murray em Flushing Meadows tem sido marcado por um ténis muito irregular. Começou por sentir dificuldades na estreia, depois venceu com facilidades e logo de seguida derrotou Milos Raonic. Na última ronda ele entrou mal, parecia que ia ser eliminado e depois conseguiu dar a volta. Depois da eliminação de Federer,o britânico sabe que tem aqui uma excelente oportunidade para ir novamente à final de um torneio do Grand Slam.  O Open dos Estados Unidos traz-lhe excelente recordações. É que foi aqui que ele atingiu uma das três finais em torneios de Grand Slam. Foi em 2008, quando na altura cedeu frente a Roger Federer. De resto, foi por uma vez à meia-final: foi o ano passado, quando perdeu com Rafael Nadal.

us openTomas Berdych parece estar de regresso aos bons resultados. O checo jogou um ténis de alto nível na última jornada e apresenta-se cada vez mais como um dos principais candidatos à conquista do título. O checo tem como melhores campanhas as idas aos oitavos-de-final por três ocasiões, sendo que esta presença nas meias-finais é a sua melhor participação de sempre.

Quanto à análise deste duelo, podemos esperar um jogo equilibrado. Isto, claro, caso Berdych mantenha o mesmo nível da última ronda o britânico continue com os altos e baixos que tem tido até agora. A principal diferença de Murray para Federer está na resposta ao serviço. O número quatro mundial é mais eficaz neste campo que o suíço e aí poderá estar uma das chaves para vencer este encontro. Caso consiga bloquear bem o serviço de Berdych, poderá abrir aqui caminho para mais uma final de um torneio de Grand Slam. Quanto a Berdych, resta-lhe continuar com o mesmo estilo de jogo que teve frente a Federer: poucas trocas de bolas e ser agressivo em todas as pancadas.

A Bet365 dá-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Sucesso
Número de Sets: + de 3.5 1.50 Bet365
Andy Murray
Andy Murray
  • País: Inglaterra
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

tomasberdych
Tomas Berdych
  • País: República Checa
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luciano Larrossa
  • Próg. realizados 47
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 23
  • Próg. errados 21
comments powered by Disqus

Últimos jogos