Menu

Andy Murray – Jo-Wilfried Tsonga (ATP Finals)

Andy Murray perdeu, na última jornada, uma excelente oportunidade de voltar a derrotar Novak Djokovic. O tenista da casa esteve a dois pontos da vitória mas deixou escapar um jogo que poderia ter trazido uma injeção moral para o que resta do torneio. Mas para emendar a oportunidade perdida, o britânico precisa de derrotar Jo-Wilfried Tsonga. Ele precisa mesmo do triunfo caso não pretenda complicar a sua passagem para a próxima fase. Isto porque se Berdych derrotar Djokovic, Murray poderá mesmo ficar pelo caminho caso perca com o tenista francês.

Mas tudo indica que o número quatro mundial consiga seguir em frente. Isto porque o saldo entre eles está extremamente favorável, tendo perdido apenas uma vez em sete encontros. O primeiro duelo aconteceu precisamente em Metz, na França, com Murray a conseguir vencer com um duplo 6/3. Depois, foi a vez do tenista gaulês dar um troco. Num jogo super emotivo do Open da Austrália, Tsonga conseguiu uma vitória super importante que depois abriu caminho até à final do primeiro Grand Slam da temporada. Mas esse acabaria por ser o seu último triunfo. A partir daí só deu Murray, que vingou no Canadá no ano seguinte. Ele voltaria a vencer em Wimbledon, desta vez em 2010, em quatro sets. Ainda no mesmo ano, mais um triunfo do britânico desta vez no ATP de Shangai. Depois, seguiram-se mais duas vitórias em relva, ambas a acontecerem em solo britânico, o que demonstra bem a diferença de nível entre os dois tenistas.

ATP FinalsMurray sabe que tem aqui uma oportunidade de ouro de afirmar-se perante o seu público. Não passar ás meias-finais seria de todo escandaloso. Especialmente porque o público anseio pelo seu duelo com Federer nas meias-finais, algo que a acontecer seria a terceira vez em Londres só este ano! No entanto, precisa de jogar o seu melhor ténis pois Tsonga é um jogador perigoso, especialmente quando está a jogar sem pressão como é o caso. O tenista gaulês sabe que tem pouco a perder. Está praticamente eliminado e só um milagre poderia deixá-lo na meia-final. No entanto, estas são as condições ideiais para o estilo de jogo do gaulês: court coberto, pouca pressão e um o público contra si. Conseguirá Tsonga fazer alguma “gracinha”? A meu ver, o máximo que o francês poderá tentar é roubar um set, visto que o seu passado com Murray não é muito famoso.

Os dois tenistas encaixam-se perfeitamente um no outro. Tsonga gosta muito de ir à rede, de jogar de forma agressiva e de fugir à sua esquerda. Já Andy Murray prefere jogar mais pelo seguro, aguentar mais bolas, explorar a pouca paciência do adversário e de vez em quando então utilizar o seu excelente amortie. Por isso, caso o britânico esteja inspirado e não começar com as suas famosas desconcentrações, o jogo poderá ser bastante tranquilo. Por outro lado, se ele estiver bastante oscilante (como aconteceu com Djokovic) Tsonga pode complicar, mas como referi acima, muito facilmente conseguirá roubar mais do que um set.

A Bet365 oferece-lhe 50€ de bónus para apostar neste jogo: http://bitly.com/50eurbonus

Prognóstico Odd Casa Erro
Andy Murray a ganhar 2-1 4.33 Bet365
Andy Murray
Andy Murray
  • País: Inglaterra
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Tsonga
Jo-Wilfried Tsonga
  • País: França
  • Estádio:
  • Cidade:
  • Fundação:

Ver ficha completa

Luciano Larrossa
  • Próg. realizados 47
  • Média Odds usadas 1.79
  • Próg. certos 23
  • Próg. errados 21
comments powered by Disqus

Últimos jogos