O regresso à competição do futebol nacional é marcado por um fim-de-semana de Taça de Portugal, onde o destaque vai para o clássico entre FC Porto e Sporting. As duas equipas já se defrontaram este ano, em jogo da Primeira Liga, com os Dragões a conseguirem um ponto em Alvalade, mas a partida de Taça de Portugal serve para recordar uma longa tradição entre os dois clubes na prova rainha do futebol português.

FC Porto Sporting

Um clássico na Taça é tudo o que podemos pedir

FC Porto e Sporting já se encontraram por trinta e seis vezes na Taça de Portugal, a última das quais em 2010, quando os Dragões eliminaram os Leões na Cidade do Porto, com uma vitória por 5-2. Mais curioso é que estes dois emblemas se tenham encontrado por quatro vezes na final da prova e em nenhuma delas os noventa minutos tenham sido suficientes para resolver o vencedor. Por três vezes o vencedor decidiu-se em finalíssimas e, em 2008, o Sporting venceu após prolongamento.

Julen Lopetegui e Marco Silva estão, por estes dias, a avaliar o estado físico dos jogadores que saíram para os compromissos com as respetivas seleções. Sendo um jogo de Taça, é normal esperar algumas mudanças nos onzes, sendo que elementos com maior desgaste, tal como Brahimi ou Slimani, que jogaram esta quarta-feira pela seleção da Argélia, estarão na linha da frente para serem poupados. Mas, por muito cedo que este clássico tenha saído no sorteio da Taça de Portugal, ambas as equipas apostam forte em vencer a prova, pelo que será de esperar que os técnicos apresentem constituições que lhes permitam lutar para ganhar.

Há prémio na subida à Serra da Estrela?

O Benfica vai copiar uma das romarias mais conhecidas do verão, a subida à Serra da Estrela. No entanto, as águias não levam consigo bicicletas, a não ser que algum dos seus jogadores esteja a planear um golo artístico na Covilhã. Perante um adversário da Segunda Liga, os encarnados sabem que não podem distrair-se: apesar da diferença de nível, num jogo da Taça, equipas como a de Francisco Chaló encontram sempre a motivação necessária para fazer tremer o atual campeão nacional.

Para além do mais, há uma diferença de conhecimento entre as duas equipas. Enquanto todos os jogadores do Sporting da Covilhã conhecerão na perfeição a forma de jogar do Benfica, para o plantel encarnado, ainda que não se trate de uma surpresa – o Covilhã disputa uma competição com o Benfica B e haverá, no Seixal, um aprofundado scouting da equipa da Serra -, os jogadores encarnados não estarão habituados às qualidades de Tatui ou Erivelto. Procurar um herói é algo habitual em todos os fins-de-semana de Taça e ele poderá bem estar, por estas horas, a ultimar a sua preparação num relvado próximo da Serra da Estrela.

Quem quer ser o tomba-gigantes?

Olhando para a lista de partidas da Taça de Portugal, procuramos que clubes terão mais probabilidades de se tornarem nos tomba-gigantes desta eliminatória. No sábado, o Varzim recebe o Estoril, enquanto o Desportivo das Aves terá a visita do Boavista. Dois encontros onde a potencial eliminação do clube da divisão superior pode acontecer, prevendo-se jogos muito equilibrados. Nos jogos de domingo, teremos um reencontro entre o Moura e o Vitória de Guimarães, desta vez no Alentejo, com os vimaranenses a lembrarem uma eliminatória muito complicada há poucos anos atrás, enquanto o Rio Ave viaja até Coimbrões. Mais inesperado seria ver uma surpresa em Braga, onde o Sporting local recebe o Alcains.