Não, não é uma pausa de descanso. Nem de férias.

Há uma pausa no campeonato português, e um pouco por todo o lado, devido aos compromissos das selecções. É jornada dupla das selecções e, Portugal, ao contrário da primeira jornada de qualificação, em que só fez um jogo, também vai fazer, agora, dois jogos. O primeiro é amigável, com a Selecção de França, país organizador do Europeu de 2016, e por isso, automaticamente apurada, e o segund0, já de vida ou de morte, é a segunda jornada de qualificação para o Europeu contra a Selecção da Dinamarca.

Fernando Santos, que irá estar na bancada e não no banco, irá conduzir, pela primeira vez, uma Selecção Portuguesa de sua escolha, mesmo que, durante o jogo, o treinador seja Ilídio Vale.

Já sem grande margem de manobra, a vitória é o único desfecho possível para a Selecção Portuguesa, se esta quiser continuar com o futuro em aberto. E é possível que estejam todos, equipa técnica e jogadores, bem conscientes disso.

E então, por causa dos jogos da Selecção Nacional, os jogos da Primeira Liga sofrem uma pausa. Mas essa pausa irá prolongar-se porque, no fim-de-semana seguinte é a vez de entrar em campo uma eliminatória da Taça de Portugal, desta vez já com todas as equipas. E com jogo grande a servir de cartaz: FC Porto com Sporting CP.

A Primeira Liga voltará, então, lá perto do final do mês que mal agora começou.

Como Foi o Primeiro Quarto

Provavelmente contra todas as expectativas, o SL Benfica lidera o campeonato, com o ataque mais concretizador. 19 golos em 7 jogos, com um goleador pouco provável no início da época, Talisca (não é ponta-de-lança), que lidera a lista dos melhores marcadores com 6 golos, à frente de gente como Jackson Martinez, do FC Porto, com 5 golos, e Islam Slimani, do Sporting CP, com 4 golos. O segundo melhor ataque da Liga é o do Vitória de Guimarães, com 14 golos.

Por estranho, Lima, o ponta-de-lança benfiquista, tem estado ausente na lista de marcadores de serviço. Ontem, no resultado de 4 a 0 frente ao Arouca, os golos foram marcados por Talisca, Derley, Sálvio e Jonas. Lima, em branco, foi substituído ao intervalo, por lesão.

Assim, ao fim de 7 jornadas, na passagem para o segundo quarto do campeonato, o SL Benfica vai em primeiro lugar com 4 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o FC Porto, de quem se esperava, este sim, que liderasse a Primeira Liga.

Jackson Martinez

Jackson Martinez não marcou ontem, na vitória do FC Porto sobre o SC Braga, por 2 a 1, mas incomodou muito

O FC Porto foi a equipa que mais se reforçou. Claro que isto significa que também que foi a equipa que maiores alterações sofreu, mas com a época passada tão sofrível, isso era espectável. Também houve mudança de treinador e, logicamente, de método e de jogo. Julen Lopetegui veio trazer novas ideias, um novo tipo de futebol e uma equipa enorme que teima em rodar a velocidade furiosa. O FC Porto de Lopetegui foi a equipa que melhores indicações deixou na pré-época. Melhores reforços em todas as zonas do campo. Um treinador desempoeirado e fluente no falar. Mas engatou no empate do qual se conseguiu livrar ontem, a custo, frente a um SC Braga a quem ganhou com alguma dificuldade por 2 a 1.

Mas mesmo com alguma desilusão com o segundo lugar na tabela classificativa, o FC Porto tem a melhor defesa da Liga com 3 golos sofridos em 7 jogos. SL Benfica e Sporting CP seguem logo com a segunda melhor defesa com 4 golos sofridos.

Sporting CP, que não deixa, também, de ser uma surpresa. Embora o presidente leonino garantisse que o Sporting CP era candidato ao título, com legitimidade, o Sporting CP, foi a equipa que menos se reforçou, e que, por outro lado, mais manteve a equipa que já vinha da época passada. Mudou de treinador, indo buscar um treinador português, jovem, que tinha feito bom trabalho com o Estoril-Praia, mas que nunca tinha treinado uma equipa grande, com tantas obrigações e frentes de combate. No entanto, o Sporting CP mantém-se em quarto lugar na Liga, com menos 6 pontos para o SL Benfica e menos 2 para o FC Porto, mas já recebeu, em casa, essas duas equipas.

Entre o FC Porto e o Sporting CP, incrustou-se o Vitória de Guimarães que, ao fim deste primeiro quarto de campeonato, está em terceiro lugar com 14 pontos (a 5 pontos do primeiro classificado, o SL Benfica), com 14 golos marcados (o segundo melhor ataque da Liga) e 7 golos sofridos.

O Comportamento das Outras Equipas da Primeira Liga

Mas a Liga também se faz com outras equipas. E são as outras equipas que permitem um campeonato.

Este ano, colado ao Sporting CP, com 12 pontos, está, em quinto lugar, o Marítimo, de Leonel Pontes, o que não deixa de ser uma pequena surpresa.

Logo depois, em sexto lugar, segue um pequeno grupo de 4 equipas, todas com 11 pontos. O novel europeu Rio Ave, de Pedro Martins, o SC Braga, que já nos tinha habituado a outras classificações, normalmente estaria trocado com o Vitória de Guimarães, comandado pelo Sérgio Conceição, antigo internacional do FC Porto, o surpreendente Paços de Ferreira, do mais surpreendente Paulo Ferreira que tão más memórias deixou no FC Porto e, afinal, bastou regressar à equipa onde nasceu, para reaparecer e comandar os pacenses até um lugar na Liga que não lhe é habitual, e, ainda, outra surpresa, o Belenenses, de Lito Vidigal, que está a conseguir recuperar um clube que, nos últimos anos tem andado pelas ruas da amargura.

Em décimo lugar vem o Vitória de Setúbal, de Domingos Paciência, com alguns sobressaltos (a derrota em casa por 5 a 0 com o SL Benfica), mas com boa resposta. Ainda não conseguiu vencer um jogo fora, tal como o SC Braga, aliás.

Académica 0 - 0 Moreirense

No último jogo na Liga, a Académica não foi além de um empate a zero, em casa, com o Moreirense

Em décimo primeiro lugar segue, também, um grupo de 4 equipas com 7 pontos. A Académica de Coimbra, de Paulo Sérgio, o Moreirense, de Miguel Leal, o Arouca, de Pedro Emanuel e o regressado Boavista, de Petit. Com excepção do Boavista, recém-chegado ao convívio com os grandes, depois de alguns anos banido do futebol profissional, mas que enquanto foi clube da primeira divisão era clube da primeira parte da tabela classificativa, todas as outras equipas estão onde normalmente estão, lutando por conseguir manter-se na Primeira Liga.

Na parte final da tabela estão, em décimo quinto lugar, com somente 6 pontos, o europeu Estoril-Praia, de José Couceiro, que vem de uma semana brilhante onde ganhou o seu primeiro jogo europeu, frente ao Panathinaikos da Grécia, mas que com Marco Silva, o actual treinador do Sporting CP, sempre esteve em zonas mais confortáveis, na primeira metade da tabela.

Em décimo sexto lugar, com 5 pontos e acima da linha de água, está o Nacional, de Manuel Machado, que está, este ano, a fazer um campeonato mais que sofrível, onde, em 7 jogos, leva 1 vitória, 2 empates e 4 derrotas, com 5 golos marcados e 9 golos sofridos.

Abaixo da linha de água estão FC Penafiel, de Ricardo Chéu, com 4 pontos e Gil Vicente, de José Mota, com 2 pontos. O Gil Vicente é a única equipa que ainda não conseguiu vencer um único jogo, contabilizando 2 empates e 5 derrotas, com 6 golos marcados e 16 golos sofridos.

O que Vem Aí

Depois desta pausa de 2 semanas, para a Selecção e para a Taça de Portugal, a Liga recomeça perto do final do mês.

Para algumas equipas, esta pausa foi bem benéfica. Por exemplo, o SL Benfica está com problemas com os seus guarda-redes, e esta pausa veio a calhar para colocar a casa em ordem.

No final do mês, o SL Benfica recomeça o campeonato com uma difícil deslocação a Braga, para defrontar o Sporting local, num jogo tradicionalmente muito complicado, e que se afirma como o encontro da jornada número 8.

Arouca 1 - 3 FC Porto 2013

Na última época, o FC Porto foi vencer por 3 a 1 o Arouca. Como vai ser este ano?

O FC Porto desloca-se ao Arouca que conseguiu bater o pé ao SL Benfica nesta última jornada, quase até ao final. É de supor que fará o mesmo à equipa do Porto que precisará de muita desenvoltura para abrir a difícil defesa da equipa de Pedro Emanuel.

O Sporting CP recebe o Marítimo, encontro também sempre muito difícil para os leões que, vindo de um resultado bastante dilatado frente ao FC Penafiel por 4 a 0, tem 3 semanas pelo meio, o que pode confundir a equipa.

Quanto ao Vitória de Guimarães, desloca-se ao Vitória de Setúbal, num jogo que promete ser bem disputado.

Entre as equipas da parte de baixo da tabela, destaque para a deslocação do Gil Vicente ao Moreirense, num jogo que se afirma já quase de vida ou de morte, pois o Gil Vicente está a afundar-se e a ver as equipas mais próximas a descolarem de si, e a ficar cada vez mais só, cada vez mais próximo da Segunda Liga.

Boas Apostas!