Acabada a Primeira Liga, firmadas as posições, o futuro já se apresenta em equação.

É claro que a época, em Portugal, ainda não terminou. Ainda faltam as finais da Taça da Liga e da Taça de Portugal. Mas já nada vai mexer com o que será a próxima época dos clubes, em termos classificativos e de participação nas Ligas, bem entendido.

Com o SL Benfica campeão e com entrada directa para o Pote 1 da Liga dos Campeões, os encarnados conseguem fugir a alguns tubarões, mas não a muitos que eles também andam pelos outros potes. O FC Porto, vice-campeão da Primeira Liga, tem também assegurada a entrada directa na Liga dos Campeões. Em terceiro lugar na tabela classificativa, o Sporting CP também tem a possibilidade de chegar à Liga dos Campeões, mas tem de passar, antes, pelo play-off de acesso.

SL Benfica

O campeão português tem acesso directo ao Pote 1 da Liga dos Campeões, o que evita as maiores das maiores equipas da Europa que, no entanto, também estão espalhadas pelo pote 2.

Os encarnados ainda têm de esperar por Sexta-feira próxima, dia em que vão disputar a final da Taça da Liga com o CS Marítimo, antes de entrarem de férias bem merecidas por uma desgastante, mas compesadora, época.

No entanto, os responsáveis pelas águias já se desdobram para preparar a próxima temporada, sem descurar uma participação digna na Liga dos Campeões, com mais propriedade que na época que agora finda.

Luisão

Luisão, capitão, juntamente com Jardel, Maxi e Eliseu foram uma barreira intransponível, a segunda menos batida da Primeira Liga

O presidente Luís Filipe Vieira já entrou em negociações com o treinador Jorge Jesus que termina o contrato com o clube este ano. Jorge Jesus está há 6 épocas no SL Benfica, caso raro nos encarnados, mas também no país. Jorge Jesus é caro, mas também já deu muito dinheiro a ganhar ao clube. Já perdeu muitas provas quase ganhas, mas também já ganhou outras que ninguém esperava. E tem transformado bons jogadores em excelentes jogadores. O que antes era um entreposto de jogadores que passavam pelo clube sem se saber, pelo menos quem eram, saiem agora transformados em máquinas de fazer dinheiro para o clube. No entanto, Jorge Jesus parece ter mercados interessados no seu trabalho, o último dos quais, Alvalade que, segundo se afirma, estará disposto a cobrir o salário auferido na Luz. Mas também se sabe que Alvalade tem sido um cemitério de treinadores. No entanto, caso a renovação com o treinador das águias falhe, Rui Vitória, treinador do Vitória Guimarães, aparece como a mais provável, e desejável, alternativa.

Nesse trabalho, já se procedeu à venda de activos do clube que estavam emprestados, fizeram boas provas, ganharam mercado, mas não tinham lugar na actual estrutura da equipa: João Cancelo, Ivan Cavaleiro, Luis Fariña e Sidnei. E alguns milhões a entrarem nos cofres da Luz.

Por outro lado, Salvio, que estava praticamente com um pé fora da Luz (juntamente com Nico Gaitán, as duas mais-valias que iriam render alguns milhões às águias), depois da lesão da semana passada é possível que acabe por ficar mais uma época na Luz, primeiro em recuperação e depois a fazer aquilo que tão bem sabe fazer, jogar à bola.

De resto, há ainda a indefinição de Maxi Pereira, e a certeza que Júlio César e Jonas, o guarda-redes e avançado-goleador que chegaram já com a época em andamento, irão começar, desta vez, de início. E depois, já há uma série de nomes ventilados sendo que, para já, a única certeza é o jovem venezuelano, Jhon Murillo.

Espera-se, por isso tudo, que a Liga dos Campeões seja mais bem tratada pelo SL Benfica. Que quer arrancar em direcção ao tri.

FC Porto

Vice-campeão da Primeira Liga, foi, juntamente com o despromovido FC Penafiel, uma das duas primeiras equipas a entrar de férias. Anteciparam a última jornada para Sexta-feira e, quando todas as outras entraram em campo, no Sábado, os dragões já estavam de férias, com excepção de Jackson Martinez que esperava o resultado final do SL Benfica – CS Marítimo para se confirmar, ou não, como o Melhor Marcador da Primeira Liga. Confirmou-se. Parabéns ao Melhor Marcador das últimas 3 temporadas.

Ricardo Quaresma

Ricardo Quaresma começou por ser proscrito para Julen Lopetegui e acabou por resolver muitos jogos complicados

Não se sabe se Jackson Martinez continua ou não no FC Porto, sendo o mais certo a sua transferência, mas os dragões já adquiriram o avançado espanhol Alberto Bueno que chega ao Porto a custo zero.

Numa altura em que muito se fala sobre a continuidade, ou não, de Julen Lopetegui aos comandos da equipa portista, os reforços estão a ser feitos com o dedo do treinador espanhol. Ao mesmo tempo, e segundo Pinto da Costa, há o desejo de prolongar, pelo menos por mais uma época, a ligação de Helton ao clube. Numa altura de tantos estilhaços, o FC Porto precisa de alguém que respire o clube, que o conheça, e aos seus métodos e às suas exigências. E nada melhor que o guarda-redes, há tanto tempo no clube, e que tantas coisas já ganhou, com treinadores tão diferentes.

O FC Porto tem necessidades prementes de começar o quanto antes um trabalho de qualidade, até pelos pergaminhos que já conquistou na Liga dos Campeões. Aqui, o FC Porto não é uma equipa qualquer. É uma equipa que tem um estatuto a defender.

Aliado à Liga dos Campeões, é necessário uma recuperação interna urgente. 2 anos seguidos sem ganhar nada, tendo em conta que esta temporada fora dada carta branca ao treinador, que pôde construir uma equipa de raiz, à sua imagem e semelhança, obriga a cuidados e frutos imediatos. Com ou sem Lopetegui, a equipa do FC porto é obrigada a muito mais do que aquilo que se viu nos dois últimos jogos, com o Belenenses, no Restelo, e com o Penafiel, em casa. Uma equipa anémica, desmoralizada, cansada e descrente. A precisar de ser vitalizada. Será Julen Lopetegui o homem indicado para o fazer?

Não se sabendo da continuidade ou não de Julen Lopetegui, o presidente Pinto da Costa já deverá ter o seu plano B, uma reserva sobre a condução de uma equipa que deve ser construída à imagem da história recente do clube: para ganhar. E é para isso que o FC Porto, normalmente, ataca a Liga dos Campeões. Sendo que, na próxima época, a Primeira Liga seja para vencer e impedir o rival de Lisboa de chegar ao tri.

Sporting CP

Ao contrário de SL Benfica e FC Porto, o Sporting CP ainda não tem garantida a participação na Liga dos Campeões. Aliás, este é mesmo o clube que está a caminho da Liga Milionária. Os outros dois já lá estão. Os leões têm um caminho a percorrer. Um caminho que têm de saber ultrapassar. Por isso, uma equipa que ainda não chegou às férias, ainda tem a final da Taça de Portugal para disputar com o SC Braga, é também uma das primeiras a entrar a trabalho, para poder responder positivamente a todas as provas que se lhe colocarem entre eles e a entrada na muito desejada Liga dos Campeões.

Nani

Nani, de regresso ao seu Sporting CP, foi sempre uma mais valia que a equipa agora vai perder

O que não se afigura simples, e ainda se torna mais complicado quando, nesta altura do campeonato, ainda não se sabe quem vai treinar a equipa na próxima temporada. Junte-se a isto algumas dificuldades com o actual plantel, e levadas a sério questões como as de Carrillho querer quadruplicar o salário, a saída de Nani de regresso a Manchester, uma das grandes glórias da coroa leonina, mais a cobiça à volta de Slimani e todas as frentes de ataque em que o presidente dos leões está metido. Sobrar-lhe-á tempo para tratar da equipa do Sporting CP?

É que a vida do clube não está simples, embora possa ter futuro. No play-off de acesso à Liga dos Campeões, o Sporting CP corre o risco de não ser cabeça de série, o que significa que terá de medir forças com equipas como o Manchester United, o Valencia CF ou o Bayer Leverkusen. E com que equipa? Carlos Mané parece estar de malas aviadas para o AS Monaco de Leonardo Jardim, Cédric Soares também parece estar de malas aviadas para qualquer sítio que não Alvalade, Carrillo e Slimani devem ser difícil de manter, Rui Patrício que poderia ter sido, noutras épocas, um bom mealheiro, teve um ano de pouca boa visibilidade. E depois… E depois não há, aparentemente, treinador. Pelo menos até ao próximo fim-de-semana, altura em que o Sporting CP disputa a Taça de Portugal e em que tudo pode, finalmente, vir a ser definido.

Se os leões ganharem, e Marco Silva sair, é com o treinador que vai o prestígio da conquista. Se perder, a derrota fica com todos. Mas se o Sporting CP ganhar e, afinal, e contra todas as previsões, o treinador ficar, é o presidente que tem de engolir o orgulho.

E ainda falta resolver aquele embróglio com Shikabala que, segundo as últimas notícias, tinha deixado de interessar ao Zamalek.

Mas para fazer companhia a SL Benfica e FC Porto na Liga Milionária, o Sporting CP tem de se aplicar um pouco mais. E se quer ser, como é anualmente o desejo do seu presidente, candidato ao título de campeão da Primeira Liga, o Sporting CP e o seu presidente têm de levar o futebol um pouco mais a sério. E é o que todos os amantes do desporto-rei desejam.

Boas Apostas!